O REGRESSO DO BLOG «DIAS DESIGUAIS»

Durante quase uma década (entre 31 de janeiro de 2007 e 31 de dezembro de 2015) fui publicando regularmente poesia no blog «dias desiguais». Foram centenas de textos (nem todos poéticos), centenas de fotos e pinturas, bastante música, várias viagens pelo meio.

Acontece que me cansei e apaguei-o. Os textos ficaram guardados, alguns foram publicados novamente, muitos destruídos, outros estão engavetados em ficheiros Word, à espera (quem sabe) de uma outra oportunidade.

Nesta página venho partilhando crónicas e contos (sobretudo). A poesia tem ficado de fora. Por essa razão, criei um espaço novo, melhor, encontrei um novo endereço para um blog antigo, ou um novo blog para um antigo endereço (vai dar no mesmo).

Se tiverem curiosidade, vejam. Se gostarem, partilhem. Se partilharem, não deixem de comentar. Em ano de celebração (20 anos de vida literária é já alguma coisa), não podia deixar de ser. O endereço: www.diasdesiguais.com. Aí como aqui nos encontraremos!